Precisamos falar sobre saúde mental

Por Dra. Ana Margareth Bassols | Doutora em Psiquiatria (UFRGS), Psicanalista (SPPA), Professora Associada do Departamento de Psiquiatria FAMED/UFRGS e Coordenadora do Projeto de Extensão Pega Leve da UFRGS.

Hoje, 10 de outubro de 2021 é celebrado o Dia Mundial da Saúde Mental.

Esta data foi criada em 1992 pela Federação Mundial de Saúde Mental (World Federation for Mental Health) e visa chamar a atenção para a questão da saúde mental global, combater o preconceito e o estigma em relação à saúde mental ainda tão prevalente.

A Organização Mundial de Saúde é uma agência especializada em saúde, fundada em 7 de abril de 1948 e subordinada à Organização das Nações Unidas. Sua sede é em Genebra, na Suíça e seu diretor-geral é, desde julho de 2017, o etíope Tedros Adhanom. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a saúde mental uma prioridade e defende que a questão da saúde mental não é estritamente um problema de saúde, incluindo aspectos sociais, políticos, culturais e econômicos, entre outros.

Neste dia realizam-se colóquios para buscar soluções para os problemas relacionados com a saúde mental e coordenar esforços na luta contra esta realidade. O tema do Dia Mundial da Saúde Mental em 2021 é: “Dignidade na Saúde Mental: Primeiros Socorros de Saúde Mental e Psicológica para Todos”.

conceito de saúde definido pela OMS é amplo e não se restringe apenas a ausência de enfermidades, sendo: “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afeções e enfermidades”.  É um conceito positivo. Como um fator positivo, a saúde mental tem sido descrita como “um estado dinâmico de equilíbrio interno” que envolve a capacidade de usar habilidades sociais, emocionais e cognitivas, essenciais para navegar com eficácia através da vida e do mundo. Outras definições ligam saúde mental positiva com a capacidade de “aproveitar a vida e lidar com os desafios que enfrentamos”. Em geral, a maioria das definições incluem capacidades emocionais, cognitivos, funcionais, sociais, físicos e espirituais.

Mas como podemos promover a saúde mental quando grande parte da população mundial, principalmente nos países menos privilegiados ainda carece de itens básicos como alimentação, saneamento, atendimento médico e educação.

Em boa hora o tema deste Dia Mundial de 2021 traz a público o enorme desafio desse momento no qual a assim chamada “quarta onda do Covid” – a da saúde mental – ainda cresce, prenunciando um verdadeiro tsunami de transtornos mentais tanto decorrentes das vivências traumáticas da pandemia como da reagudização de transtornos mais crônicos.

A preocupação em relação à dignidade do paciente e a facilitação de seu acesso aos cuidados psicológicos atinge a todas as faixas etárias e precisa alcançar distintas necessidades de acordo com os dados epidemiológicos de cada lugar. A OMS também recomendou que os países fortaleçam os serviços de saúde mental, garantindo um melhor acesso à atenção por meio de tecnologia digital, o aumento dos serviços de apoio psicológico em escolas, universidades e locais de trabalho e também para pessoas que trabalham na linha de frente contra a COVID-19.

O alerta está dado!

Viva o Dia Mundial da Saúde Mental!

Deixe um comentário

Cozinha Brazô: Tofu Mexido

Seja bem-vind@ a Cozinha Brazô! Aqui damos várias dicas de receitas deliciosas e ainda por cima saudáveis! Quer aprender a fazer um café da manhã

Leia mais »
0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a loja
    Whatsapp
    Precisa de ajuda?
    Olá! Podemos te ajudar?