Descubra a incrível conexão intestino cérebro

Por Nutricionista Daniele Lauck Pedroso (CRN 10242P)
Formada em Modulação Intestinal e pós-graduanda em Fitoterapia e Substâncias Bioativas – @nutridanilauck

Você sabe o porquê do intestino ser considerado nosso 2º cérebro?

As funções do nosso intestino vão muito além de digerir e absorver nutrientes. Há uma comunicação direta entre o sistema nervoso central e o trato gastrointestinal.

Temos um número enorme de neurônios no intestino e sua complexa comunidade microbiana influenciam no nosso bem-estar geral.

A serotonina, conhecida como o hormônio da felicidade, é um neurotransmissor que atua no cérebro, por isso é essencial para nossas funções vitais. A maior parte da serotonina do corpo (entre 80% e 90%) é encontrada no trato gastrointestinal.

Um intestino com qualidade e quantidades adequadas de bactérias é capaz de melhorar o humor, absorção de vitaminas, produção de energia, auxiliar na manutenção de um peso saudável, entre outros benefícios que ainda estão sendo estudados por pesquisadores, como por exemplo, a melhora de funções neurológicas.

Quando as bactérias intestinais estão em qualidade e quantidades inadequadas, o organismo pode dar alguns sinais de alerta e desenvolver alguns sintomas desagradáveis, como:

  • Distensão abdominal;
  • Retenção de líquidos;
  • Azia;
  • Prisão de ventre;
  • Gases em excesso;
  • Vômitos;
  • Digestão lenta;
  • Candidíase de repetição;
  • Intolerâncias e sensibilidades alimentares.

Hábitos saudáveis para incluir no dia a dia e manter a saúde do intestino:

  • Prezar por uma alimentação o mais natural possível;
  • Beber a quantidade de água adequada;
  • Evitar consumir alimentos e temperos industrializados que contenham aditivos, como: conservantes, corantes, realçador de sabor, etc. Prefira sempre industrializados “clean label” (produzidos com ingredientes naturais).
  • Praticar atividades físicas regularmente e de preferência ao ar livre;
  • Ter um sono de qualidade;
  • Manejar o estresse;
  • Evitar o consumo de açúcar;
  • Consumir fibras solúveis e insolúveis vindas de frutas, vegetais, grãos, sementes e raízes;
  • Variar a ingestão de alimentos, quanto mais variada for a sua alimentação, melhor será sua microbiota (bactérias intestinais).
Deixe um comentário

Desvendando as proteínas vegetais

Por Nutricionista Tanara Pastore (CRN2 12522)Nutricionista clínica funcional | @tanarapastorenutri Quais as principais funções das proteínas? As proteínas são macronutrientes formados pela junção de aminoácidos essenciais e

Leia mais »
0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a loja
    Whatsapp
    Precisa de ajuda?
    Olá! Podemos te ajudar?